Vinho do Porto: o que torna essa bebida inesquecível?

O vinho do Porto

O vinho do Porto é uma bebida clássica na qual o processo de fermentação é interrompido e acrescentado uma aguardente de vinho (que o deixa mais alcoólico). Como o processo de fermentação não foi concluído, ele é mais doce do que os demais vinhos.

Para ser enviado para a Inglaterra, o vinho era armazenado em barricas e transportado de barco, também conhecido como rabelo, pelo rio Douro até a cidade do Porto. Assim, o vinho ficou conhecido como vinho do Porto.

Aliás, você sabia que só pode ser chamado de “vinho do Porto” aquele que é produzido na região do Douro em Portugal? Conhecida por ser uma das regiões mais antigas (dois mil anos) na produção de vinho, para não perder as características marcantes da bebida (licorosa, doce e marcante), o país decretou que apenas a região demarcada pudesse produzir a bebida, o que ocorreu em 1756. O clima, terroir e as castas das uvas utilizadas são a combinação perfeita para assegurar a qualidade da bebida.

No total, são quase trinta variedades de uvas para produção de vinho do Porto. As castas das uvas mais utilizadas são: Touriga Franca, Touriga Nacional, a Tinta Roriz, a Tinta Barroca, a Tinta Amarela, a Tinto Cão e a Branca. Seus cachos são formados por uvas pequenas de pele grossa.

Os tintos harmonizam perfeitamente com queijos, tortas, nozes e chocolate. O Porto branco pode ser apreciado como aperitivo ou para acompanhar um charuto.

As melhores opções de vinhos e espumantes você encontra na Adega Brasil. Visite uma de nossas unidades ou entre em contato com nossa equipe.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *