Pinot Noir: uma das uvas mais antigas do mundo

Para os apreciadores de vinhos aromáticos de sabor sutil, sugerimos os produzidos com a uva Pinot Noir. Originária da região da Borgonha (França), é a matéria-prima de alguns dos melhores vinhos do mundo.

De casta delicada e cultivação exigente, as uvas Pinot Noir são pequenas e de casca fina, resultando em vinhos tintos secos de corpo mais leve, cor clara e sabor sutil. A acidez varia de média a alta e os taninos de baixos a médios. Seus aromas lembram frutas vermelhas: cereja, framboesa e morango, bem como cogumelos, cravo e alcaçuz. Se o vinho da Pinot Noir for amadurecido em barris de carvalho, pode ficar mais encorpado e apresentar outros aromas e sabores.

Além de vinho tinto, quando macerada com delicadeza a uva Pinot Noir compõem o vinho branco. Junto com a Pinot Meunier e a Chardonnay pertence à casta principal do champagne. Também é uma das principais uvas usadas na produção de espumantes.

A uva Pinot Noir é uma das mais antigas do mundo, com cerca de mil anos a mais do que a uva Cabernet Sauvignon, considerada seu contraponto, que gera vinhos mais encorpados.

Os principais países produtores da Pinot são França (região da Borgonha e Champagne), Nova Zelândia, Chile, Brasil, Alemanha e Estados Unidos.

Harmoniza perfeitamente com risoto, pizza de cogumelos, vegetais cozidos, frango, carnes vermelhas magras assadas, peixe (atum ou salmão), aves, vitela, porco, pratos da culinária francesa (presunto cozido, coelho com mostarda e boeuf), queijos semimoles (Edam, Gouda e Taleggio).

Aqui na Adega Brasil você encontra os melhores vinhos e espumantes de Pinot Noir. Venha conhecer uma de nossas unidades.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *