Champagne:  tudo sobre a bebida preferida no Ano Novo

Champagne:  tudo sobre a bebida preferida no Ano Novo

– “I’m tasting stars! ” (Estou sentindo o gosto das estrelas). Foi o que disse ao provar a bebida Dom Pérignon, o monge que descobriu acidentalmente como produzir o Champagne.

Sabe-se que a bebida foi descoberta entre 1638-1715, na região de Champagne, que está a aproximadamente 150m de Paris. Segundo historiadores, havia relatos que o vinho produzido na região apresentava uma efervescência natural e que isso fazia as garrafas estourarem.

Essa efervescência era um resultado da colheita precoce das uvas e do engarrafamento antes da fermentação total da bebida.

Para lidar com esse problema, causa de prejuízo nos rótulos e na bebida, Dom Pérignon teria sugerido utilizar garrafas mais resistentes e amarradas com rolhas com arame. Assim, a segunda fermentação acontecia dentro do rótulo e sem estourar a garrafa.

O monge também deu outras sugestões para aprimorar a fabricação da bebida, como o uso de dois ou mais vinhos, tintos e brancos. Com o aperfeiçoamento da técnica, a fermentação era mais controlada pelos açúcares e fermentos, resultando em uma bebida mais sofisticada e agradável ao paladar.

Um dos problemas dessa técnica de fermentação na própria garrafa eram os resíduos que continuam na garrafa, o que não deixava a aparência da bebida tão límpida. Uma mulher chamada Viúve Clicquot, então, desenvolveu uma técnica para que fosse possível retirar esses resíduos acumulados na segunda fermentação.

Dom Pérignon e Veuve Clicquot hoje são uma das marcas mais famosas de espumantes, sinônimos de qualidade na produção da bebida.

Champagne ou espumante?

A confusão entre os nomes é bem frequente. Todo Champagne é um espumante, mas nem todo espumante pode ser chamada de Champagne.

O nome Champagne é uma Appellation Dorigine Contrôlée (Denominação de Origem Controlada), ou seja, somente os espumantes produzidos na região de Champagne, na França, podem designar os rótulos com o nome. Essa exclusividade valoriza ainda mais a bebida.

Como servir o Champagne na ceia de Ano Novo?

O Champagne é uma bebida especial, por isso, o momento perfeito para servir é ao brindar pela noite ou na virada de Ano Novo.

Na hora de harmonizar, o espumante combina com pratos leves, frutos do mar e doces. Para sobremesas, a regra é preferir sempre pelos espumantes ou vinhos mais doces que a própria sobremesa.

Agora que você já sabe um pouco da história do Champagne, que é sinônimo de celebração, passe em uma de nossas quatro lojas e aproveite para encontrar o seu espumante preferido. Boas festas!

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *