Confira 6 curiosidades sobre a cachaça

Confira 6 curiosidades sobre a cachaça

No dia 13 de setembro é comemorado o Dia Nacional da Cachaça, uma das bebidas mais tradicionais e consumidas no país. Por isso, tão pertinho dessa data especial, não poderíamos deixar de homenagear a cachaça contando sua história e um pouquinho sobre as diversas curiosidades! Confira:

 

Origem da cachaça

Uma das curiosidades mais interessantes da cachaça é que ela possui uma origem incerta, mas muitos pesquisadores atribuem a origem ao Brasil. Por isso muitos consideram a cachaça um produto 100% nacional.

O primeiro registro de produção da bebida encontrado no Brasil é do século XVII, ainda durante o período de escravidão. O documento encontrado foi observado em uma nota de compras do Engenho do Conde, um centro açucareiro famoso da Bahia bastante conhecido por “Rainha do Recôncavo”. 

No entanto, afirmar que a cachaça surgiu nessa época ainda é equivocado. Apesar deste ser o primeiro registro, estima-se que a bebida já existia há séculos, surgindo ainda nos primeiros engenhos instalados no país, como nos estados de Pernambuco e São Paulo.

 

Do Brasil para o mundo

O Brasil é um dos grandes produtores da cachaça no mundo. Por ano, o país produz aproximadamente 1,2 bilhão de litros de cachaça. Os estados responsáveis pela maior produção de cachaça, industrial e artesanal, são São Paulo, Pernambuco, Ceará, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraíba.

Essa produção nacional é amplamente exportada para mais de 60 países ao redor do mundo, sendo a Alemanha, país famoso por suas cervejas, responsável por 30% da importação da nossa cachaça.

 

Importante contribuição para a economia

Apesar de ser, entre os destilados, uma bebida considerada com um preço mais acessível, a produção de cachaça é responsável por movimentar cerca de 7 bilhões de reais ao ano só no Brasil. Ao comprar uma cachaça nacional, além de consumir uma bebida de qualidade, você colabora com a economia e cultura do país.

 

Harmonização com comidas de boteco

Já teve dúvida sobre o que comer ou petiscar durante a degustação da cachaça? A boa notícia é que existem muitas comidas típicas e tradicionais na gastronomia brasileira que combinam com esse destilado.

As comidas de boteco, como as tradicionais porções de torresmo, mandioca, dadinho de tapioca ou coxinha, por exemplo, harmonizam muito bem. Com outros pratos como a feijoada ou moqueca a cachaça também é uma boa pedida.

 

Proibição

A história da cachaça é marcada pelo contexto histórico e social no qual ela surgiu e se tornou popular.  No Brasil, a ascensão da cachaça se deu como uma importante fonte de renda enquanto o mercado de açúcar oscilava. Por outro lado, enquanto a popularidade da cachaça crescia e da bebida portuguesa caia, assim como o lucro da sociedade colonial. 

Por conta desse impacto nos lucros, Portugal interferia constantemente oscilando entre a proibição e liberação da venda da cachaça, o que gerava a venda clandestina. 13 de setembro, por exemplo, que hoje é o Dia Nacional da Cachaça, representa o dia em que a carta de proibição da cachaça foi assinada pelo rei Dom João IV. 

 

Diversos nomes

Branquinha, marvada, aguardente, parati, mata-bicho, boazinha, companheira, água que passarinho não bebe, pinga e tantos outros. Esses são só alguns dos nomes que a cachaça recebe ao redor do Brasil. 

O nome cachaça, o mais usado, tem uma origem interessante. Não se sabe exatamente quando a palavra começou a ser usada como sinônimo da aguardente de cana-de-açúcar, mas uma das hipóteses é de que o termo vem da palavra ‘cacho’ que seria usado para se referir a uma aguardente feita de uva, bebida comum em Portugal.

Outra hipótese é que o nome surgiu da palavra ‘cagaça’, a espuma que surgia durante o processo de fervura da garapa na produção do açúcar.

Na Adega Brasil você encontra diversas opções de rótulos de cachaça. Passe em uma de nossas quatro lojas e encontre a bebida ideal para o seu estilo!

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *